Checkout Web

Visão Geral#

O Carat possui duas interfaces para integração com a loja virtual, POST/HTML e Web Services (REST ou SOAP), possibilitando a maneira adequada de interação da loja com o Carat, conforme a linguagem e plataforma de execução da loja virtual.

A interface HTML foi definida para ser uma maneira simples e rápida de integração com os meios de pagamentos e serviços existentes no Carat, no entanto sem perder a flexibilidade. A interface padrão possui apenas dois parâmetros obrigatórios, realizando a coleta dos demais no próprio portal ou através de configurações realizadas pelo administrador da loja na retaguarda do Carat, no entanto se a aplicação da loja virtual quiser passar definições ou restrições para um determinado tipo de serviço, rede ou mesmo número de parcelas, isto poderá ser feito através do conjunto de parâmetros passados no início da transação, antes do redirecionamento do cliente.

Fluxo#

O fluxo de pagamento é executado pela loja após o comprador finalizar a compra.

A loja deverá iniciar a transação com o Carat enviando os dados da compra através do serviço de criação de transação.

O fluxo de pagamento sem redirecionamento consiste nos seguintes passos:

  1. Após o comprador finalizar a compra, a loja cria uma nova transação no Carat, através de um POST na URL para iniciar uma transação, informando todos os parâmetros necessários. Saiba mais.
  2. Como resposta ao POST, a loja receberá uma URL do Carat a qual o comprador deve ser redirecionado. Esta URL será diferente a cada transação de pagamento.
  3. O comprador seguirá com o fluxo de pagamento conforme a autorizadora informada, e finaliza o pagamento.
  4. Ao final do fluxo de pagamento, o Carat irá redirecionar de volta o comprador para a loja, conforme configuração de URL's de retorno já informados no cadastro da loja, ou para as back_url's (saiba mais) enviadas na criação da transação de pagamento.

Para cada alteração de status da transação de pagamento no Carat, a loja receberá um POST de aviso de status, informando a situação da mesma. Saiba mais.

Todas as chamadas realizadas serão respondidas de forma síncrona exceto o aviso de status que será realizado pelo Carat de forma assíncrona.

O Carat permite que a loja configure o meio de pagamento responsável por autorizar as transações de uma determinada bandeira. Por exemplo, uma loja pode preferir que as transações com cartões VISA sejam roteadas pela CIELO enquanto que transações com cartões Mastercard sejam roteadas pela REDE.

Esta flexibilidade para configuração do roteamento dá à loja a possibilidade de tratar promoções de acordo com a bandeira do cartão.

Pensando em como evitar que um usuário selecione a bandeira VISA, mas acabe informando o número de um cartão Mastercard, o Carat disponibiliza um mecanismo de verificação e troca da autorizadora que responderá pela autorização da transação.

Saiba mais.

Pagamento sem redirecionar o comprador#

A figura abaixo ilustra o fluxo de Pagamento HTML 2.0 sem redirecionar o comprador para um ambiente externo ao Carat. Como exemplo temos pagamentos via SiTef, e-Rede, dentre outros.

Pagamento redirecionando o comprador para a Autorizadora#

A figura abaixo ilustra o fluxo de Pagamento HTML 2.0 usando uma autorizadora que exige redirecionamento do comprador para o sistema deles (exemplo: PayPal, Banco do Brasil, MercadoPago, dentre outros).